quinta-feira, 17 de junho de 2021 00:23

INÍCIO | LINKS ÚTEIS | TRABALHE CONOSCO | CONTATO


A safra de 2014 promete!

Seção:
Postado em 14/11/2013

Quando as boas notícias vêm do campo, não há como não comemorar. Pois bem, foi dada a largada para o plantio da safra de grãos 2013/2014 no Brasil e as expectativas preveem a quebra de recordes de produção. Todas as atenções estão voltadas para a soja, que deve atingir a casa dos 88 milhões de toneladas e ultrapassar a safra americana. O Brasil deve tirar do campo, no ano que vem a maior colheita de soja de sua história.

Na safra 2012/2013, que acabou em julho, o Brasil chegou perto de tornar-se o maior produtor mundial da oleaginosa. Porém, com as constantes perdas de safra provocadas pela seca no Nordeste e pelo excesso de chuvas no sul e Mato Grosso, a produção nacional foi de 81,4 milhões de toneladas.

Os elevados preços pagos pela saca de soja no mercado internacional são o combustível para a corrida dos agricultores brasileiros pela ampliação da produção. Desde o ano passado, quando a cotação da soja superou os R$ 80 por saca de 60 quilos, os preços da commodity têm se mantido bem acima dos valores históricos de R$ 40 por saca.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) prevê a colheita de uma safra recorde em 2013/14, que deve ficar entre 191,9 milhões de toneladas e 195,5 milhões de toneladas. O volume é de 2,6% a 4,5% superior as 187,09 milhões de toneladas estimadas para a safra anterior, de 2012/13.

A previsão da Conab é de que a produção de soja fique entre 87,6 milhões de toneladas e 89,7 milhões de toneladas. Se as previsões se confirmarem, pela primeira vez a safra brasileira de soja irá superar a norte-americana em ano de produção normal, sem fortes perdas provocadas pelo clima, como em 2012. Os dados fazem parte da segunda pesquisa de intenção de plantio da safra 2013/14, divulgada pela própria Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).
A perspectiva é tão positiva que a segunda pesquisa de intenção de plantio da Conab estima que a produção de soja possa chegar a 90.225 milhões de toneladas em 2014, um aumento de até 10,7% em relação ao período anterior e um novo recorde na produção nacional. Nem os atrasos no plantio trazem preocupação, em função dos fortes investimentos em máquinas e em tecnologia realizados nos últimos anos, informou a Conab.

Os produtos estão extremamente eufóricos e confiantes. Porém, dados apontam que há que se ter uma preocupação natural com o clima e redobrar os cuidados com a forte incidência de três pragas de difícil controle: a lagarta helicoverpa, a mosca branca e a ferrugem asiática, que afetam a produtividade dos grãos.

Pela minha experiência vejo que é importantíssimo o produtor rural estar prevenido e realizar o tratamento correto das culturas, evitando prejuízos de dimensões que podem ser imensas.
Por isso eu insisto no planejamento rural, que visa especialmente organizar os planos de produção da propriedade visando uma melhor utilização da produção, aumento da eficiência técnica e econômica e, também, melhoria da rentabilidade econômica e da renda do produtor rural. Capacitação em tecnologia de produção, gestão administrativa e comercialização da produção é fator primordial para o sucesso da atividade.

Eduardo Kümmel
Advogado – Diretor da Kümmel & Kümmel Advogados Associado