terça-feira, 22 de junho de 2021 22:41

INÍCIO | LINKS ÚTEIS | TRABALHE CONOSCO | CONTATO


Brincadeira perigosa

Seção:
Postado em 30/06/2011

Não poderia deixar de comentar aqui na coluna, a minha preocupação em relação à maior onda de ataques de hackers no Brasil, que causou um verdadeiro caos em importantes sites do governo.

Os ataques noticiados nos últimos dias me fizeram lembrar o clima de aventura que se criou nos anos 90 em função na cena hacker no Brasil. E tudo isto só me fez perceber o quanto desprotegido estão os nossos sistemas.

Os grupos Lulz Security e Anonymous realizaram ataques audaciosos que trouxeram uma verdadeira dor de cabeça ao governo brasileiro. Senhas de serviços como email e redes sociais foram roubadas, páginas foram invadidas e sites ficaram fora do ar por longos períodos. Aí vem a pergunta que não quer calar: por que fizeram isso? Segundo eles, por simples diversão. Brincadeira perigosa essa, não?

Tão perigosa que fez aquecer uma discussão séria por aqui; os hackers mostraram o caminho para os verdadeiros criminosos, aqueles interessados em obter dinheiro invadindo sites bancários ou mesmo enganando usuários. Ora, esses ataques só demonstraram claramente as falhas de segurança e a facilidade para invadir tantos sites em tão pouco tempo. Parece-me que os criminosos têm uma avenida aberta pela frente, para ser explorada com facilidade.

Grave? Gravíssimo! O Brasil está em primeiro lugar em invasões e roubos pela internet e nossa confiança no uso dos serviços virtuais está comprometida. Isto, sem falar da imagem do governo. Este tipo de ataque só faz gerar dúvidas em relação ao espaço virtual que estamos utilizando no momento.

Mas, dos males o menor. Depois que li a entrevista de uma professora da PUCSP, sobre o assunto me tranqüilizei. Ela garantiu que o temor de que os hackers possam ter acesso a dados pessoas e informações confidenciais das pessoas, é infundado. A professora garante que os originais ficam protegidos dentro de outros servidores que não têm acesso externo.

A própria Polícia Federal já abriu inquérito para investigar e localizar os responsáveis pelos ataques aos sites do governo. Mas até que se chegue aos culpados, se é que isto irá acontecer, é melhor se prevenir. E quando falo em prevenção, me refiro a ter o máximo de atenção no uso dos nossos computadores.

Precisamos tomar mais cuidado com as informações que postamos na internet, endereços, números de telefone, senhas e documentos que podem ser alcançados facilmente pelos hackers. As fotografias também devem ser evitadas, pois elas dizem muito sobre as pessoas.

Estamos vivendo um momento pautado pelo fenônemo da globalização, em que a questão das tecnologias passa a ser sine qua non para o desenvolvimento da sociedade. Mas os crimes na internet estão aí e todo cuidado é pouco!

Eduardo Kümmel
Advogado – Diretor da Kümmel & Kümmel Advogados Associados