quinta-feira, 17 de junho de 2021 18:34

INÍCIO | LINKS ÚTEIS | TRABALHE CONOSCO | CONTATO


Faltam 12 dias para as eleições

Seção:
Postado em 26/09/2014

O tempo anda passando tão rápido que nós acabamos nem tendo o tempo necessário para refletir sobre as coisas. Veja as eleições, estamos a alguns dias de elas acontecerem e, será que já paramos para refletir sobre isto e, especialmente, sobre a importância do nosso voto neste pleito.

Precisamos entender que a República Federativa do Brasil constitui-se em Estado democrático de direito no qual “todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente” (art. 1º, parágrafo único, da Constituição Federal de 1988).

Conjugando o verbo “votar”, votemos por princípios, por projetos, por passado, por presente e por um futuro mais agradável.

O voto significa “nós mesmos” sendo manifestados por um representante que exerça nossos pensamentos, nossas ações, nosso caminhar não somente neste tempo, mas nas consequências de todo tempo pós eleição.

Diante da liberdade e da igualdade no exercício da soberania popular, é fundamental que o voto seja consciente, pois esse é um fator preponderante para que se alcance um resultado satisfatório no pleito.

Então, procure conhecer os candidatos, suas condutas, ideias e partidos. Vote em candidatos comprometidos seriamente com a superação da pobreza, com a educação, saúde, moradia, saneamento básico, respeito à vida e ao meio ambiente. Vote em candidatos que respeitem a liberdade religiosa e de consciência.

Votar não é apenas ter oportunidade de escolher aqueles que devem lutar pelos interesses do povo. Na verdade, é a possibilidade de se ter progresso ou atraso, vitória ou derrota, alegria ou tristeza, saúde ou doença, educação ou ignorância, enfim, é algo tão poderoso que pode levar ao sucesso ou a ruína.

Nós cidadãos, no pleno exercício da democracia, temos um forte papel no destino do nosso país, cujo instrumento é o voto consciente. Logo, o eleitor que exercer o seu direito ao voto de forma madura, refletida e consciente contribuirá para impedir a eleição de maus políticos e possibilitará o alcance de uma maior legitimidade no nosso processo eleitoral.

Eduardo Kümmel
Advogado – Diretor da Kümmel & Kümmel Advogados