segunda-feira, 5 de dezembro de 2016 14:33

INÍCIO | LINKS ÚTEIS | TRABALHE CONOSCO | CONTATO


IPI diferenciado para comprador que seja comerciante de automóveis

Seção:
Postado em 02/07/2012

A 2ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região negou, na última semana, a um empresário catarinense, isenção de IPI incidente sobre um automóvel Nissan importado por ele. O empresário alega que o carro era para uso próprio e que, por isso, estaria ocorrendo cumulatividade ou dupla cobrança do imposto.

A Fazenda Nacional contestou o autor, argumentando que este é sócio-gerente da empresa Vip Car Veículos, que tem por objeto social a comercialização de automóveis multimarcas. “O suposto uso próprio facilmente poderá se degenerar no tráfego corrente das transações diárias do autor”, pontuou o procurador da União.

Após perder a ação em primeira instância, o empresário recorreu ao tribunal. A relatora do processo, desembargadora federal Luciane Amaral Corrêa Münch, manteve a sentença. Segundo a magistrada, a condição de empresário não afasta, por si só, o direito à isenção do IPI, mas apenas em situações em que a empresa sob responsabilidade do impetrante tenha como objeto social a comercialização de veículos.

“Considerando que o autor é sócio-administrador da empresa VIP Comércio de Veículos, cujo objeto social é a comercialização de veículos, não tem direito à isenção do IPI”, concluiu a magistrada.

AC 5002931-09.2010.404.7204/TRF

Fonte: Portal da Justiça Federal da 4.ª Região