sábado, 3 de dezembro de 2016 13:38

INÍCIO | LINKS ÚTEIS | TRABALHE CONOSCO | CONTATO


Shopping Cidade Jardim recorre à Justiça para despejar ‘velha’ Daslu

Seção:
Postado em 21/09/2011

O shopping Cidade Jardim, endereço do comércio AAA paulistano, entrou na Justiça com pedido de despejo da butique Daslu por falta de pagamento de aluguel e de outros encargos.
Na ação, a JHSF, administradora do shopping, reclama que não recebeu o pagamento de R$ 471,8 mil referentes ao aluguel e a demais custos de agosto.
O processo diz respeito à “velha” Daslu, comandada pela empresária Eliana Tranchesi, e que reúne a parte ruim do negócio, incluindo a dívida com a Receita Federal de mais de R$ 500 milhões.
Sob gestão de Eliana Tranchesi, a Daslu alugou o espaço do shopping Cidade Jardim prometendo pagar aluguel da ordem de 4% do faturamento dos produtos importados e de 5% dos produtos nacionais, sendo um mínimo de R$ 175 mil.
Após perder algumas das principais grifes estrangeiras, a Daslu passou a ter a maior parte de seu faturamento de sua marca própria. Com a maior parte da receita de produtos nacionais, elevou o aluguel da butique.
Em julho, a Justiça de Falência acatou o pedido da Daslu de recuperação judicial, mecanismo que substituiu a antiga concordata e que protege a empresa dos credores.
Ao mesmo tempo em que briga com Tranchesi, o shopping Cidade Jardim fez um acordo com a Laep, que comprou a parte “boa” da Daslu, para alugar um espaço 50% maior.
Na prática, a Daslu de Tranchesi é despejada do térreo e ressurge renovada nos dois andares superiores do mesmo shopping.
Procurada, a nova direção da Daslu não quis se pronunciar sobre o caso. A JHSF disse que não comenta processos na Justiça, mas confirmou a locação do novo espaço à butique até o final do ano.
A Folha não conseguiu falar com a empresária Eliana Tranchesi até o fechamento desta edição.

Fonte: Folha de São Paulo.