sábado, 3 de dezembro de 2016 02:48

INÍCIO | LINKS ÚTEIS | TRABALHE CONOSCO | CONTATO


RS detém 7,7% do total de empresas de alto crescimento do Brasil

Seção:
Postado em 23/08/2013

IBGE divulgou estudo sobre demografia do setor de 2011

O Rio Grande do Sul detém 7,7% do total de empresas de alto crescimento do Brasil – que tiveram alta de pessoal igual ou superior a 20% ao ano -, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira no estudo Demografia das Empresas 2011. O levantamento é feito a partir das informações do Cadastro Central de Empresas (Cempre).

Há dois anos, o ramo empregava 281.139 pessoas no Estado – 5,6% do total nacional – em 6.050 unidades. No mundo econômico, a empresa de alto crescimento é aquela que obteve acréscimo médio de pessoal ocupado assalariado igual ou maior que 20% ao ano, por um período de três anos.

Já a empresa chamada de “gazela” é aquela que cresceu muito, e rápido. Nesse quesito em 2011 no Rio Grande do Sul, eram 1.476 unidades, empregando 57.795 funcionários.

O Estado está na frente de Santa Catarina no ranking, onde em 2011 havia 4.451 unidades de alto crescimento empregando 216.704 pessoas e 1.217 empresas que cresceram rapidamente empregando 50.944 trabalhadores. O Paraná lidera entre os estados do Sul, com 5.187 unidades em que trabalhavam 281.725 pessoas e 1 508 empresas que cresceram muito com 75.078 funcionários.

No Brasil, em 2011, havia 78.196 unidades locais de empresas de alto crescimento, que ocupavam 5 milhões de pessoas assalariadas. No caso das “gazelas”, havia, em 2011, 22.963 unidades locais no Brasil com 1.384 333 trabalhadores assalariados.

Na região Sul eram 15.688 unidades de empresas de alto crescimento que representavam 20% do total nacional. Elas ocupavam 779.568 pessoas – cerca de 15,5% dos 5 milhões do País. Em relação às “gazelas”, eram 4.201 unidades na região Sul com 183.817 trabalhadores assalariados.

Fonte:  Correio do Povo.